26 de set de 2009

Torre de Vigia, sociedade religiosa ou comercial?



Após a segunda guerra mundial, as Tjs foram proscritas na então formada Alemanha Oriental, elas continuaram trabalhando para a torre na clandestinidade. É necessário dinheiro para manter qualquer organização. As Tjs da Alemanha Oriental, vendiam literatura e faziam doações, assim obtinham recursos. Para onde ia todo este dinheiro arrecadado pelas Tjs da Alemanha Oriental? Os Tjs da Alemanha Oriental não puderam usufruir destes recursos. Até o ano de 196l muitos milhões foram levados ILEGALMENTE para a Alemanha Ocidental. Sabemos que é CRIME o contrabando de dinheiro, todos os países do mundo condenam tal prática. A Torre orientou as Tjs que transportavam o dinheiro pela fronteira, que caso fossem descobertas, deveriam declarar que o dinheiro era deles, isentando assim a organização. A torre tinha as respostas preparadas em Berlim Ocidental para passar a algum TJ que questionasse esse contrabando de dinheiro. O numero 135 e 148 do “Informador”, dizia que transportar dinheiro não era ilegal, ilegal era a proscrição da organização na Alemanha Oriental, e que os TJ não deviam se preocupar com assuntos de dinheiro.
Depois da construção do muro de Berlim em 1961, não foi mais possível a Torre continuar com este contrabando de dinheiro.


Devido a problemas políticos, por algumas décadas as leis do México proibiam a todas as organizações religiosas, inclusive à Igreja Católica de possuir propriedades naquele país. Todas as Igrejas, Templos e qualquer outro local usados para fins religiosos passaram a ser propriedades do governo, mas era permitido aos religiosos usar tais imóveis. Todas as religiões tiveram que aceitar esta imposição. Para continuar sendo dona de seus salões do reino, seus terrenos e a imensa editora, o que fez a torre de vigia? FINGIU QUE NÃO ERA UMA ORGANIZAÇÃO RELIGIOSA, informou ao governo do México que seu principal objetivo era alfabetizar a população, que os colaboradores tinham como missão ensinar o povo a ler e escrever. O grande complexo industrial de impressão que a torre possui no México, sempre esteve registrado como GRUPO EDITORIAL ULTRAMAR, S/A. De C.V., não sei se continuam usando esta pessoa jurídica atualmente. Em suas literaturas empregavam termos para que não pudessem ser identificados como uma seita tais como: Mestre Principal(para Jeová), Grande Mestre(para Jesus), Salão de Estudos(para Salão do Reino), simbolizar(para batizar), estudos culturais(para estudos bíblicos), companhia(para congregação), e por aí vai.


Nos salões do Reino, nas assembléias e congressos é solicitado com alguma insistência que as Tjs façam suas contribuições “voluntárias”. É dito que as Tjs devem contribuir para a manutenção do Salão do Reino, para ser enviado para Betel, para a construção de novos Salões do Reino, para a construção de Salões de Assembléias e por ai vai. O Corpo Governante assegura que as contribuições voluntárias do mundo todo é para manter toda a organização funcionando. As Testemunhas de Jeová ficam com a impressão que a Torre de Vigia é uma organização carente de recursos financeiros. No entanto foi apurado através dos relatórios financeiros que a Torre de Vigia possui na Inglaterra enormes contas bancárias. No Brasil e em muitos outros países houve a mesma constatação, de que a Torre de Vigia possui recursos financeiros imensos.


A Torre de vigia possui imóveis por todo o mundo, que somados valem Bilhões, mas ela não está disposta a fazer nenhum obra de caridade.


Depois que governos de alguns países começaram a olhar para a torre de vigia e suas atividades com desconfiança, rapidamente pararam de vender literatura, agora aceitam apenas um donativo do morador, embora o publicador já tenha contribuído pela literatura, assim existe a possibilidade de receberem duas vezes, uma do publicador, outra do morador. Este esquema, de não mais vender literatura, mas apenas aceitar um donativo, é simplesmente uma venda disfarçada para não se pagar os impostos devidos.


Além de literatura religiosa, que vivem repetindo os mesmos assuntos, eles produzem dvds, calendários, cds, etc. O que a Torre chama de alimento espiritual em abundancia, nada mais é que produtos comerciais em excesso. Igual a uma entidade comercial, a Torre não pode parar, o maior parque gráfico do mundo não pode parar, isto traria prejuízos financeiros, assim todos os anos é feito lançamentos de livros e outros itens, para manter os (+ou-) 12.000 voluntários em todo o mundo sempre trabalhando.


Por mais de um século a Torre de Vigia tem sido uma multinacional sem problemas legais, mas a situação se complicou em alguns países. Devido a recusa de recolher impostos, o Governo Frances multou a Torre de Vigia em 50 milhões de dólares. Na Espanha o fisco esta estudando um dossiê , que indica que por trás da cortina na Torre, existe um grande negócio.


As atividades que antes eram vistas como religiosas por autoridades de muitos países agora são consideradas como comerciais.

6 comentários:

Anônimo disse...

vc ta e com fome seu ignorante de comentarios infundados

Paulo Arroio disse...

Seu comentário é prova de que você ignora os fatosm Sr.(a)anônimo:- 1)os fatos ocorridos na Alemanha foram extraidos de documentos oficiais pelo historiador e escritor Robin de Ruiter, 2)Os balanços com ativos milionários da torre foram publicado pela mesma em jornais, 3) Os imóveis luxuosos da torre (beteis,salão de assembléias e etc) todos sabemos que existem e valem bilhões, 4) Os problemas fiscais da torre em alguns países foram divulgados pela midia. Procure de informar melhor.

Anônimo disse...

Quem está a ignorar os fatos é você,meu caro paulo arroio,pelo seguinte fato:1)você observou estes documentos oficiais extraídos na Alemanha,mas esquece também de outros documentos oficiais alemães que inocentam as Tjs.2)deste quando a torre "publicaria" balanço ativos em jornais?Me informe qual o jornal e a data que saiu esse balanço.3)Antes de você dizer que os imóveis luxuosos da torre valem bilhões,mande fazer um balanço para saber o que de fato ela tem e quanto vale.4)Nunca ouvi falar que alguma religião deveria pagar imposto.Pelo contrário,sei e provo que na maioria dos paises,as igrejas são liberadas de ter que pagar imposto.Conseguentente,como elas teriam problema com o fisco?E dentro desta questão,continuo meu raciocínio:seráque tudo o que a mídia fala é verdade,ou deve levar em consideração?A mídia é a coisa mais mentira e falsa que existe,e você dizer que não é,ou defende-la,está perdendo sua moral de falar alguma coisa,e esta acissando seu atestado de ...

Paulo Arroio disse...

As questões que você levantou em seu ultimo comentário são bastante relevantes e merecem um esclarecimento mais detalhado. Daqui a 48 horas estarei postando neste blog um artigo com documentos e links para provar que tudo o que escrevi é a mais pura verdade. Obrigado e até breve.

Anônimo disse...

todos os que se deixam dominar por estas organizações religiosas (eu saí das Tj), fazem por MEDO. Todos são dominados pelo MEDO. A pregação de todas estas Religioes é mentirosa e a primeira coisa que fazer para dominar os otários e incultir o medo.

Carlos M. Andrade disse...

Voces que são fanaticos religiosos prestem atenção: A primeira coisa que toda organização religiosa faz para dominar seus membros (contribuintes, pregadores, vendedores) é torna-los CEGOS,MUDOS E SURDOS PARA A REALIDADE, ISTO É VOCE NESTA CONDIÇÃO É TOTALMENTE DOMINADO, mal informado e controlado pelos expertos anciaõs.