13 de out de 2010

PORQUE A TORRE DE VIGIA EXISTE?

Para as Testemunhas de Jeová (TJ) sua religião é a única verdadeira, a Torre de Vigia é indispensável para a humanidade. Mas, se a Torre é tão importante, porque só veio a existência após mais de 1.800 anos depois de Cristo?

As TJ esclarecem:- Deus tem um tempo designado para tudo, se a Torre foi instituída no século 19, é porque Jeová assim determinou. Dizem que em 1914, Cristo foi entronizado rei no céu, que este ano marcou o inicio do tempo do fim, e que a qualquer momento virá o armagedom. Consideram que com a chegada do tempo do fim, era necessário que o verdadeiro cristianismo fosse restabelecido. Jeová viu a necessidade de ter uma organização terrestre, para pregar verdades bíblicas e avisar as pessoas que o fim está próximo. Assim foi criada a Torre de Vigia, “a organização terrestre de Jeová”.

Note o que o Sr. Charles Taze Russell afirmou:- “As verdades que apresento, como porta-voz de Deus... por causa do simples fato de que chegou o tempo devido de Deus...” (Lv. Proclamadores pg. 143 § 2). A Torre de vigia foi criada no século 19, e o Sr. Russell pregava que isto ocorreu porque Jeová assim determinou. Será? – Vejamos!

Devemos levar em consideração, que na América do século 19 houve uma explosão de novas seitas, incluindo ai a Torre de Vigia, alguns dos motivos foram:-

a) Não havia uma igreja protestante dominante.
b) Não havia restrições ou normas para o ingresso na carreira eclesiástica.
c) Não era necessário conhecer grego antigo ou textos hebraicos.
d) Os devotos católicos irlandeses invadiram a América após a fome de 1846/1850, os americanos protestantes reagiram, reavivando sua fé e criando novas seitas.
e) As novas seitas tinham facilidade em convencer seguidores crédulos, já que os americanos do século 19 tinham pouca e muitos nenhuma escolaridade.
f) Criar uma seita era um negócio lucrativo.

Na América do século 19 havia um terreno fértil e uma forte tendência para a criação de seitas. Certamente o Sr. Russell foi contagiado por esta tendência e fundou a Torre de Vigia.

Os criadores das novas seitas eram ambiciosos charlatões, e se transformaram em vendedores ambulantes de Cristo. Para obter sucesso em seu empreendimento, tiveram de criar um produto diferenciado. A exemplo de uma empresa comercial, que lança no mercado produtos diferenciados para atrair clientes, estes homens viram a necessidade de apresentar ao público algo novo, assim inventaram formas peculiares de fé, ensinamentos, doutrinas e dogmas, nunca antes vistos. Para obterem credibilidade, propagavam que seus “escritos eram inspirados” e indispensáveis para uma verdadeira compreensão das Escrituras. Estes “escritos inspirados” eram vendidos aos milhares aos seguidores crédulos, gerando uma receita financeira incalculável. Estes homens e seus sucessores eram eficientes, competitivos e oportunistas, edificaram verdadeiros impérios com ramificações no mundo todo.

Conheçam agora alguns de tais homens e as organizações que criaram nos EUA do século 19:-

Charles Finney (1792-1875):- durante algum tempo foi pastor presbiteriano, sua pregação consistia em contagiar os americanos com o “avivamento espiritual”. O avivamento espiritual pregado por finney foi sua marca registrada, ele afirmava que recebia o “Espírito Santo”, que sentia Deus interagindo com ele, em resultado seus seguidores sugestionados, passaram a sentir estas mesmas coisas. Depois de convencer as pessoas a terem tais experiências espirituais, Finney admitiu mais tarde que ele próprio não as teve, que foram frutos de sua imaginação. Quanta desonestidade! Finney escreveu livros, vendidos em vários paises, com alguns ensinamentos totalmente contrários ao que a bíblia ensina. Hoje ele é elogiado por alguns e criticado por outros.


Charles Finney

Joseph Smith:- nasceu em 1805, foi criado em Manchester, New York, onde seu pai o iniciou nas artes de adivinhação, talismã mágico dentre outras. Descobriu cedo que poderia enganar agricultores ignorantes a acreditar em qualquer absurdo. Em 1830 publicou O Livros dos Mórmons, e afirmou que o anjo Maroni lhe tinha aparecido há vários anos e o informou sobre a existência de Placas de ouro..., contou como os descendentes dos antigos israelitas tinham ido para a América, e como o próprio Cristo tinha aparecido lá após sua crucificação. Smith impressionou os povos agrícolas simples, que não sabiam que ele havia copiado a maioria de seus escritos do reverendo Salomão Spaulding, um escritor de romances históricos com temas bíblicos. Smith recebeu outras “revelações”, uma notória permitiu a ele ter múltiplas esposas. De 1830 a 1842 publicou diversas obras.

O reinado do profeta Smith chegou ao fim quando ele foi preso por incitação à destruição dos escritórios de um jornal (dirigido por ex-mórmons) que criticava seu culto. Uma multidão invadiu a cadeia e assassinou Smith e seu irmão Hyrum.


Joseph Smith


William Miller:- fundou o Millerismo, era agricultor e pastor batista, previu que a segunda vinda de Cristo ocorreria em abril de 1843 e que todas as pessoas dignas subiriam aos céus em 23 de outubro de 1844, em cumprimento das profecias dos livros de Daniel e Apocalipse. Até o início de 1840, aproximadamente um milhão de pessoas haviam assistido às reuniões de Miller para ouvir sua mensagem. Os americanos humildes acreditavam que todos eram pecadores e que somente eles, os Millerites, eram os verdadeiros crentes que escapariam da punição.

Quando 23 de outubro de 1844 se aproximava, muitos Millerites venderam todas as suas posses. Vestidos com roupas brancas, eles escalaram as montanhas mais altas na espera por Jesus Cristo. Estes crentes não subiram aos céus no dia marcado. Miller afirmou ter cometido um erro e rapidamente emitiu uma nova data para a segunda vinda, cerca de seis meses depois. Mais uma vez, este dia veio e se foi. A maioria dos seguidores de Miller o abandonou. Em 1845, alguns dos seguidores de Miller entraram para a Igreja Adventista, que Miller ajudou a criar. Frustrado, Miller morreu em 1849, sem ver o cumprimento de suas falsas profecias.

Willian Miller
Hiram Edson:- afirmou ter recebido orientação espiritual que em 1843 Cristo tinha entrado na segunda fase de seu ministério, no Céu de modo invisível! Cristo está no lugar santo “Santíssimo”, e de lá investigando e julgando.



Hiram Edson


Ellen White:- em 1860, em Battle Creek, Michigan, os Millerites juntaram-se aos  seguidores de uma profetiza chamada Ellen White e criaram o nome de "Adventistas do sétimo dia", o sétimo como uma referência de se observar o sábado, acreditavam estar de acordo com o início "puro" da igreja. Os adventistas seguiram uma grande parte da lei dietética judaica. Embora as profecias desta senhora eram totalmente enganosas, os Adventistas cresceram muito em numero.

Ellen White
Charles Taze Russell:- um jovem camiseiro, começou um grupo de estudo bíblico em 1870. Ele estava fascinado pela "profecia bíblica" e impressionado com as especulações dos Adventistas sobre a vinda do Apocalipse. Russell estava convencido de que a segunda vinda de Cristo havia ocorrido de modo invisível em 1874, e que em 1914 haveria o fim do atual sistema de coisas. Com 28 anos de idade, Russell rompeu com antigos parceiros e se denominou “pastor”. Em 1884, ele lançou a revista A Torre de Vigia (A Sentinela), provou ser um grande publicitário e fundou a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados.  

Os seguidores de Russell o consideravam como um mensageiro de Deus, e seus críticos como um golpista. Em 1909, sua mulher pediu o divórcio. Em 1911, o jornal Brooklyn expôs o golpe de Russel conhecido como o "Trigo Milagroso". Apesar de seus ensinos bizarros e suas falsas profecias, seus seguidores permaneceram fieis ao líder.

“Cálculos proféticos” haviam convencido o Sr. Russell, que o fim do mundo ocorreria em 1914. Em vez disso, seu próprio fim veio em 1916. Após sua morte, um advogado, que se auto denominava "Juiz", Joseph F. Rutherford, arquitetou um plano que o colocou na presidência da Torre de Vigia , em 1930 formatou o termo "Testemunhas de Jeová". O "juiz" liderou as Testemunhas de Jeová até 1942, deixou de imprimir os livros de Russell, dando prioridade a um marketing próprio.

Um dos grandes absurdos ensinados por Rutherford foi predizer que em 1925 haveria o retorno de Abraão, Isaac e Jacob, e conseqüentemente o fim do mundo. Em preparação, Rutherford comprou uma mansão em San Diego, Califórnia, chamada de Beth Sarim, com uma limusine.

Charles T. Russell


Joseph F. Ruthenford

Russell Conwell:- advogado virou pastor batista em 1870, passou a pregar uma mensagem cristã inédita que ficou conhecida como o "evangelho da riqueza". Seu discurso mais famoso tinha o tema “Terra de Diamantes”, e foi proferido mais de 6.000 vezes.

Conwell de modo habilidoso conseguiu conciliar a ideologia do sucesso material com a mensagem cristã. O “evangelho da riqueza” deu resultados para o próprio Conwell, afinal ele ficou rico. Será que Jesus ama o sujeito rico? Certamente. Na época da sua morte, em 1925, ele já havia ganho cerca de US$ 8 milhões, que na época era uma grande fortuna. Depois dele, muitos perceberam que criar uma seita é o caminho mais curto para se tornar milionário. No Brasil, algumas religiões como a Universal, adotaram o “evangelho da riqueza”.
Russel Conwell


William Seymour:- um negro pregador analfabeto, entrou em ação em 1906. Seymour assumiu em Los Angeles a casa de reunião do Africano Metodista Episcopal Church. Apesar de sua falta de formação teológica, ele orquestrou explosões de histeria emocional, também conhecido como "falar em línguas". Ele passava a maior parte do tempo sobre os joelhos, detectando a presença espiritual. Assim começou o nascimento do Pentecostalismo, um cristianismo vibrante, que prometia “bênçãos” com curas pela imposição das mãos. O analfabeto William Seymour, transformou o dia de pentecostes em um produto vendável.

O Pentecostalismo migrou de negros pobres para os brancos pobres. Em 1914, em Arkansas, um grupo de pentecostais criaram as Assembléias de Deus. Hoje é o maior de todas.


William Seymour

A América do século 19 era uma terra de oportunidades, o negócio da religião prosperou como em nenhum outro lugar do mundo. Os lideres das novas seitas se tornaram empresários por excelência, com uma grande sede por poder. Com o tempo, estes empresários da fé se prepararam para voar ainda mais alto, levando seus estranhos ensinos e sua nova fé ao mundo todo. Não tiveram nenhum escrúpulo em enganar com ensinos infundados e em explorar financeiramente as pessoas humildes que tinham necessidades espirituais e que eram presas fáceis.

Certamente nenhum destes homens criaram seitas porque esta era a vontade de Deus.



6 comentários:

Anônimo disse...

C.T. Russel foi o fundador das TJ pelo fato de ser Adventista e visto sentiu havia algo de errado na forma como os adventistas proclamavam a verdade e que algumas doutrinas não tinha lógica comparado a bíblia então resolveu ir a fundo ao estudo da palavra de Deus, ele foi um grande homem que dedicou sua riqueza e seu tempo para a pregação de declaração das boas novas.

As TJ acreditam que é a verdadeira religião não pelo fato do corpo governante fazer acreditar mas comparando-as com outras religiões pois baseiam-se no profundo conhecimento da palavra de Deus e não superficialmente como outras. assim sendo qualquer pessoa numa religião acredita que a sua é a verdadeira mas não sentem que é a verdadeira.

Anônimo disse...

Russell leu uma revista intitulada Arauto da Aurora, editada por Nelson H. Barbour. Num encontro pessoal, Barbour o convence da presença (em gr. parousía) invisível de Cristo, em Outubro de 1874 que fe ele acreditar.

E sobre o O trigo milagroso
Os inimigos de C. T. Russell usaram contra ele não só os assuntos domésticos dele, mas também outras "armas". Por exemplo, seus inimigos o acusaram de vender grande quantidade de trigo comum sob o nome de "Trigo Milagroso" a um dólar a libra, ou sessenta dólares o bushel. Sustentaram que à base disso, Russell granjeou enorme lucro pessoal. No entanto, tais acusações são absolutamente falsas.
Quais são os fatos? O Sr. Stoner não era Estudante da Bíblia nem associado de C. T. Russell, e nem o eram as várias outras pessoas que experimentaram o Trigo Milagroso. Em 1911, contudo, os leitores da Torre de Vigia, J. A. Bohnet, de Pittsburgo, Pensilvânia, e Samuel J. Fleming, de Wabash, Indiana, presentearam à Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados (dos EUA), o total de cerca de trinta bushels (uns 810 quilos ) deste trigo, propondo que fosse vendido a um dólar a libra, e que toda a renda fosse recebida pela Sociedade qual donativo da parte deles, a ser usado em sua obra religiosa.
Segundo o anuário de 1976, O trigo foi recebido e enviado pela Sociedade, e a renda bruta dele totalizou cerca de US$ 1.800. O próprio Russell não recebeu nem sequer um penny deste dinheiro. Simplesmente publicou uma declaração em A Torre de Vigia no sentido de que o trigo fora contribuído e podia ser obtido por um dólar a libra. A própria Sociedade não fez nenhuma exaltação do trigo à base de seu próprio conhecimento, e o dinheiro obtido entrou como donativo para a obra missionária cristã. Quando outros criticaram a venda, todos que haviam contribuído foram informados de que, se estivessem insatisfeitos, seu dinheiro seria devolvido. Com efeito, o dinheiro equivalente ao recebido pelo trigo foi retido por um ano para esse fim. Mas, nem sequer uma pessoa pediu a sua devolução. Segundo o mesmo anuário, a conduta de Russell e da Sociedade em relação ao Trigo teria sido inteiramente franca e limpa.

Sobre seu Divorcio
A separação de Russell da sua esposa, ocasionou ataques à sua reputação. Jornais e membros do clero individualmente declararam, depois da sua separação legal em 1906, que ele era um adúltero. Contudo, não apresentou-se provas quanto a tais declarações. O próprio advogado dela perguntou à sra. Russell se ela achava que seu marido era culpado de adultério. Ela respondeu: "Não."
Vale notar também que, quando uma comissão de anciãos cristãos ouviu as acusações da sra. Russell contra seu marido, em 1897, ela não fez menção das coisas que mais tarde declarou no tribunal a fim de persuadir o júri de que se devia conceder o divórcio, embora esses alegados incidentes ocorressem antes daquela reunião.

Anônimo disse...

Foi a habilidade de Rutherford, sua retórica dinâmica e a sua disposição firme de lidar com os adversários dos Estudantes da Bíblia que fez dele um sucessor lógico de Russell

Esta mansão que Rutherford comprou fica na Sede da sociedade torre de vigia por isso ele chamou bate-sarim e a limousine era uma Minerva Limousine Landauletta 1925 que comprou com seu próprio dinheiro
ele se auto denominava JUIZ pois ele era Juiz Especial da 8.ª Jurisdição do Tribunal de Missouri. Os registos do Tribunal provam que Rutherford serviu em mais de uma ocasião como Juiz substituto. e não bolou um plano na presidência pois os acessores não o queriam mas tentaram adiar sua eleição ai os demitiu

Adailton Rodrigues disse...

A verdade é que todas as denominações foram criadas para fins financeiros.
O único caminho verdadeiro que pode nos levar a Deus se chama Jesus Cristo. Ele foi na terra um homem humilde e não tinha riquezas materiais, e nos ensina a juntar riquezas celestes.

Anônimo disse...

A verdade incomoda porque dá muito prejuízo a quem quer poder
Por isso, meu amigo lhes deixo um versículo: [ 1 tessalon. Cap5 Vers.3 ]. Nenhum homem aqui na face dessa é digno de poder!
O homem governa o homem para sua própria destruição.

JEOVÁ é o Pai disse...

Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Mateus 25:41

Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
Mateus 24:24

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
Mateus 7:21-22